Lucas Dias
14/03/2019
Garça 

Vereador propõe voto de repúdio à escola de samba Gaviões da Fiel

Depois de toda celeuma sobre o desfile da Gaviões da Fiel, o vereador Wagner Luiz Ferreira (PSDB), apresentou requerimento de repúdio à escola de samba Gaviões da Fiel pela apresentação pública ofensiva e desrespeitosa a todos os cristãos, ao vilipendiar e escarnecer o Senhor Jesus Cristo e a fé cristã durante o desfile da agremiação no Carnaval de São Paulo deste ano.  

Anúncio

Depois de toda celeuma sobre o desfile da Gaviões da Fiel, o vereador Wagner Luiz Ferreira (PSDB), apresentou requerimento de repúdio à escola de samba Gaviões da Fiel pela apresentação pública ofensiva e desrespeitosa a todos os cristãos, ao vilipendiar e escarnecer o Senhor Jesus Cristo e a fé cristã durante o desfile da agremiação no Carnaval de São Paulo deste ano.  

“Não quero aqui criticar nenhum torcedor corintiano. Não estou aqui falando de futebol, mas sim defender que a gente crê num Cristo que morreu e ressuscitou e venceu o diabo e a morte e não o que colocaram nesse desfile”, falou ele, passando para os presentes um vídeo com trechos do desfile da Gaviões da Fiel e o pronunciamento do deputado federal, Fernando Rodolfo, contrário a manifestação.

O deputado colocou que vai apresentar projeto de Lei impedindo tais manifestações.

“Entendo que aquela apresentação não é arte, é crime. Nenhum direito é absoluto, logo o direito à manifestação artística não se sobrepõe à inviolabilidade da consciência e da crença. Manifestações dessa natureza estimulam o desrespeito e a intolerância, caminho inverso àquele que nós, brasileiros, estamos buscando consolidar continuadamente”, disse o vereador.

Para o vereador Reginaldo Parente (PTB), foi um ato triste e infeliz e, como cristão, jamais poderá aceitar tal situação.

“Tomo essa tribuna para manifestar como cristão meu repúdio a esse ato infeliz dos organizadores do desfile das Gaviões da Fiel. Manifesto meu apoio a esse requerimento, pois acima de tudo temos que ter respeito, independente da fé. Isso é preceito constitucional. Não podemos fazer discriminação de raça, cor, fé. Não podemos fazer discriminação”, disse ele.

O vereador Fábio Polisinani´(PSD), também se manifestou favorável ao requerimento que foi aprovado.

“É requerimento oportuno, também fiquei horrorizado e também fui criado em igreja evangélica e por mais defeitos que eu tenha, não aceito tamanho desrespeito, é um escárnio contra Deus. Aquele que crê em Cristo é cristão. Não é só para quem é evangélico. Cristo veio e foi crucificado por nós. Tem que entrar lei para que seja criminalizado. Tem que respeitar nossa religião, o Cristo. Se essa mota pega, a coisa vai ficar feia. O ser humano está perdendo o respeito. Duvido que se pegar Deus de outra religião e fizerem isso, duvido que não vão achar ruim. Acho que tem que ser criminalizado sim. Respeito em primeiro lugar”, frisou o edil.

Para a vereadora Janete Conessa (DEM), o povo está ficando louco, principalmente a escola que fez o desfile.

“Eu não tinha assistido esse carnaval, vi pela internet e achei um absurdo, uma falta de criatividade de ideia, tem tanta coisa para passar no carnaval, vai mexer com a religião, com Deus com Jesus. Temos que respeitar a religião de todos, deputado corretíssimo. Falta de criatividade, não tem mais nada para divertir as pessoas. Em vez de ensinar respeito para todo. Aquilo ali só ensinou coisa ruim, naquele momento, naquela hora, naquele desfile”, falou ela.

 


Comentários

Nota Importante: O Portal Garça Online abre espaço para comentários em suas matérias, mas estes comentários são de inteira responsabilidade de quem os emite, e não expressam sob nenhuma circunstância a posição/opinião oficial do Portal ou qualquer de seus responsáveis em relação aos respectivos temas abordados.