Lucas Dias
14/03/2019
Garça 

“Assunto polêmico”, diz Pedro Santos sobre repúdio à escola Gaviões da Fiel

Favorável ao voto de repúdio apresentado por Wagner Luiz Ferreira, contra a escola Gaviões da Fiel, o vereador Pedro Santos (PSD) disse que o assunto é polêmico, e muitos veem a apresentação como arte.

Anúncio

Favorável ao voto de repúdio apresentado por Wagner Luiz Ferreira, contra a escola Gaviões da Fiel, o vereador Pedro Santos (PSD) disse que o assunto é polêmico, e muitos veem a apresentação como arte.

Para o vereador garcense, a falta de respeito tem se tornado comum na sociedade hoje. “Existe a falta de receptivo quando determinada denominação quebra imagem de Nossa Senhora, falta de respeito quando traficantes expulsam moradores da favela em razão de sua religião afrodescendente. Estamos diante de grandes injustiças e muita falta de respeito. Que a criminalização venha combater essa falta de respeito. A fata de respeito vem de ambos os lados. Sou católico, não me senti à vontade de ver aquilo. Respeito com todas as religiões. O que está faltando na sociedade não é religião, e maior proximidade com Deus, pois se isso acontecer, não tem falta de respeito”, disse Pedro Santos.

A vereadora Patrícia Morato Marangão (PMDB) disse não ter assistido o desfile, mas achou oportuno colocar a posição da escola diante de toda celeuma feita. Não foi, como disse ela, para defender ou acusar, mas para colocar o outro lado. Apesar de todos os desdobramentos, a vereadora afirmou que o evento foi positivo quando levou muitas pessoas a refletir.

Ao falar o ponto da escola, ela colocou que, segundo o divulgado, o recado do coreógrafo é que, diariamente, estamos crucificando Jesus, em atos como o mau político, o marido que trai, o troco a mais que não é devolvido.

“O recado era que todo dia estamos crucificando Jesus. De tudo tem que tirar lado bom e lado ruim. De fato convivemos com o mal diariamente e temos que tentar derrotá-lo. Ninguém é perfeito e devemos diariamente repensar nossos atos e não deixar que o mal vença. Temos que temer a Deus sempre e não apenas quando estamos com conflitos, quando precisamos. Mas acho que teve uma parcela boa para reflexão”, finalizou a vereadora.


Comentários

Nota Importante: O Portal Garça Online abre espaço para comentários em suas matérias, mas estes comentários são de inteira responsabilidade de quem os emite, e não expressam sob nenhuma circunstância a posição/opinião oficial do Portal ou qualquer de seus responsáveis em relação aos respectivos temas abordados.