Lucas Dias
11/02/2019
Variedades 

Horário de verão termina no próximo dia 16 de fevereiro

Termina à meia noite de sábado (16) o horário de verão. Moradores de dez estados e do Distrito Federal devem atrasar o relógio em uma hora.

Anúncio

Para alegria de muitos, termina à meia noite de sábado (16) para domingo (17) o horário de verão. Moradores de dez estados e do Distrito Federal devem atrasar o relógio em uma hora. O horário de verão está em vigor desde o dia 4 de novembro de 2018.

O horário é adotado para aliviar a demanda por energia no horário de pico, entre 18h e 21h, nessa época do ano em que os dias são mais longos nas regiões tropicais.

A alteração do horário permite adiantar a rotina das pessoas. Elas acordam mais cedo e chegam mais cedo em casa, usando equipamentos elétricos antes do acionamento da iluminação pública. O mesmo ocorre com o comércio e a indústria, que interrompem suas atividades antes do acionamento da iluminação pública.

Alguns garcenses já vem manifestando, em rede social, a alegria com o fim do horário.

“Não dá, para mim que levanto cedo para ir trabalhar, pois entro às 7 horas, está muito complicado. Está um breu e eu não vi até agora, economia alguma”, fala Mariana Silva.

Mas se o time daqueles que não gostam do horário é grande, também é numeroso o número daqueles que aprovam a medida.

“Vou sentir e já vou ficar esperando o próximo. Adoro no final da tarde ver que ainda é noite e está claro”, falou a dona de casa Maria de Lourdes dos Santos.


Dicas para se Adaptar ao fim do Horário de Verão


Assim como no início do horário, ao chegar ao fim o organismo também pode ter dificuldade em se habituar. Por isso especialistas passam algumas dicas para que a adaptação seja mais suave.

Cuidado com as Refeições: No dia da mudança de horário, evite refeições muito pesadas, principalmente no final do dia. Comidas que requerem muita energia para fazer a digestão podem prejudicar o descanso.

Da mesma forma, bebidas como o café e alguns chás (verde e preto) devem ser evitadas.

Não Exagere nos Exercícios Físicos: Prefira exercícios mais suaves ou relaxantes (como caminhadas leves ou ioga), para não estimular excessivamente o corpo.

Além disso, é recomendado não praticar exercícios pesados 3 horas ou menos antes de ir para a cama, porque a liberação de endorfinas causa um estímulo que pode afugentar o sono.

Ajuste a Hora de Dormir: Nesta mudança o relógio atrasa, ou seja, “ganhamos” uma hora e por isso as pessoas muitas vezes vão dormir mais tarde. Especialistas e médicos sugerem que essa “hora extra” deve ser usada para descansar.

Já nesta semana é importante tentar ir para cama 5 minutos mais cedo a cada dia. A mudança gradual vai ajudar na adaptação quando o relógio atrasar uma hora. O bom seria que a alteração no horário de dormir tivesse iniciado a semana passada.


Comentários

Nota Importante: O Portal Garça Online abre espaço para comentários em suas matérias, mas estes comentários são de inteira responsabilidade de quem os emite, e não expressam sob nenhuma circunstância a posição/opinião oficial do Portal ou qualquer de seus responsáveis em relação aos respectivos temas abordados.