Lucas Dias
08/01/2019
Região 

Baixo estoque de sangue faz Hemocentro de Marília entrar em alerta

O ano de 2019 mal começou e o Hemocentro de Marília (que atende cidades da região, incluindo Garça) já está em alerta pelos baixos estoques. Os tipos sanguíneos B negativo e AB negativo são os que mais preocupam a equipe de captação de doadores de sangue.

Anúncio

O ano de 2019 mal começou e o Hemocentro de Marília (que atende cidades da região, incluindo Garça) já está em alerta pelos baixos estoques. Os tipos sanguíneos B negativo e AB negativo são os que mais preocupam a equipe de captação de doadores de sangue. O objetivo da equipe é manter a estabilidade dos estoques de sangue para evitar o cancelamento ou adiamento de cirurgias.

“A demanda no final do ano foi muito alta, devido aos acidentes de trânsito. As doações não acompanharam essa demanda, pelo contrário, registramos queda no número de doadores. Nosso alerta é porque estamos com poucos doadores diários. O ideal seria 60 por dia, estamos com média abaixo de 40 doadores diários”, divulgou a assistente social do Hemocentro, Lucimara Custódio Faustino.

No final de dezembro a enfermeira garcense Sebastiana Almeida foi até o Hemocentro fazer sua doação de sangue. Antes Sebastiana fazia as doações nas campanhas que aconteciam em Garça. Para ela, o ato de doar é gratificante.

“Acho gratificante ainda mais nesta época que os bancos de sangue ficam zerado. Faço minha doação de sangue e quem puder que faça também pois ajuda a salvar vidas”, frisou ela.
O quadro mais preocupante no estoque de sangue do Hemocentro é relacionado aos tipos negativos, todos estão abaixo do nível de segurança, principalmente os tipos B negativo e AB negativo, que estão zerados.
A equipe de captação do Hemocentro mantém contato permanente com os doadores, principalmente com os de tipo de sangue com baixos estoques. E pede para que o doador traga outro. Pode ser alguém da família, do trabalho ou do círculo de amigos, que já seja doador ou não, que possa doar pela primeira vez.
“Pedimos ao doador que venha ao Hemocentro. Como estamos no período de férias, muitos doadores estão viajando. Estamos ligando para os doadores cadastrados que são de Marília e das cidades da região, confirmando a necessidade de doar sangue. Alguns atendem o nosso chamado, mas ainda é um número insuficiente”, comenta Lucimara Faustino.
Para atender as demandas hospitalares de Marília e mais 102 municípios com população total de 2 milhões de habitantes, são necessários 60 doadores, em média, por dia.
Para doar sangue é preciso pesar acima de 50 quilos, ter entre 16 e 69 anos, apresentar bom estado de saúde, não estar fazendo uso de nenhum tipo de medicamento, ter dormido bem na noite anterior e evitar o consumo de bebida alcoólica.
O Hemocentro de Marília fica à Rua Lourival Freire,240, ao lado do Fórum, no Bairro Fragata. O horário de atendimento ao público é das 07 às 13 horas, de segunda a sábado. Informações pelo telefone (14) 3402 1850.


Comentários

Nota Importante: O Portal Garça Online abre espaço para comentários em suas matérias, mas estes comentários são de inteira responsabilidade de quem os emite, e não expressam sob nenhuma circunstância a posição/opinião oficial do Portal ou qualquer de seus responsáveis em relação aos respectivos temas abordados.