Lucas Dias
17/12/2018
Garça Esporte 

O jogo festivo do Flamengo - Por: Tico Cassolla

O Flamengo Esporte Clube, o time que mais vezes foi campeão na história do amadorismo garcense, realizou na tarde do sábado, no “Toyotão” um jogo festivo reunindo jogadores, dirigentes e torcedores, que ao longo dos anos passaram pelo tradicional clube de Vila Rebelo.

Anúncio

O Flamengo Esporte Clube, o time que mais vezes foi campeão na história do amadorismo garcense, realizou na tarde do sábado, no “Toyotão” um jogo festivo reunindo jogadores, dirigentes e torcedores, que ao longo dos anos passaram pelo tradicional clube de Vila Rebelo. A frente do evento o eterno técnico campeão Bétão Aguiar e Dinho Parreira, grande defensor do time e também do Garça FC.

                             O encontro também serviu para comemorar os 30 anos do tetra-campeonato do Flamengo, título conquistado no ano de 1.988. Foi uma tarde agradável e de puro saudosismo para a família flamenguista, momentos que jamais serão esquecidos. Ao final o “Time A” venceu pelo placar de 6 a 1. 0s goleadores: Tico Cassola 3, Jorge, Serginho e Bétão Aguiar. Para o “Time B” marcou Alam. A arbitragem esteve a cargo do experiente Narciso, que não deu moleza, aplicando 3 cartões amarelos e 1 vermelho.

                                                    

TIME “A”:

                       Zé Madruga;

                       Sandrinho, João Carlos, Dinho Parreira e Trapa;

                       Jorge, Val, Gininho e Serginho;

                       Tico (Bétão Aguiar) e Mauro Lacerda;


TIME “B”;

                        Marcão;

                        Alvinho, Fanta, Baianinho e Guanaes (Vilela)

                        Gilsino, Jabú, Valtinho e Serginho;

                        Biro (Renam) e Alam.

 

             0 grande destaque do jogo, para alegria de todos os presentes no “Toyotão”, foi o técnico Bétão Aguiar que se auto escalou de centroavante no final do jogo. Com boa movimentação em campo, caindo pelos lados, não titubeou quando um pênalti foi marcado pelo arbitro Narciso. O Betão chamou a responsabilidade pra si e com tranquilidade tocou a bola para a redes, deslocando o goleiro Marcão, que tentou adivinhar o canto em vão.

             Também chamou atenção o ponta esquerda Mauro Lacerda, que perdeu nada mais, nada menos de 6 gols. Um inclusive, com o goleiro já batido, a bola quase em cima da linha falta, ele conseguiu acertar uma canelada com a bola caprichosamente batendo na trave. O inacreditável FC aconteceu no “Toyotão”.

             E os organizadores do evento, Dinho Parreira e Bétão Aguiar já estão programando outro jogo festivo para o final do ano de 2.019.

Fotos do Evento


Comentários

Nota Importante: O Portal Garça Online abre espaço para comentários em suas matérias, mas estes comentários são de inteira responsabilidade de quem os emite, e não expressam sob nenhuma circunstância a posição/opinião oficial do Portal ou qualquer de seus responsáveis em relação aos respectivos temas abordados.