Lucas Dias
11/07/2018
Esporte 

História das Copas: 1.994, Brasil é tetracampeão

A Copa de 1.994 foi disputada nos Estados Unidos, no período de 17 de junho a 17 de julho.

Anúncio

A Copa de 1.994 foi disputada nos Estados Unidos, no período de 17 de junho a 17 de julho.  Países participantes (24): Brasil, Itália, Suécia, Bulgária, Alemanha, Romênia, Holanda, Espanha, Nigéria, Argentina, Bélgica, Arábia Saudita, México, Noruega, Estados Unidos, Suíça, Irlanda, Rússia, Colômbia, Coréia do Sul, Bolívia, Camarões, Marrocos e Grécia.

Se nas copas conquistadas anteriormente (1.958, 1.962, 1.970), o Brasil jogava um futebol de arte e ofensivo, a copa dos Estados Unidos apresentou seleções com um futebol pragmático, de força física, muita tática/marcação e pouca arte. A  evolução do futebol mundial estava começando. Mas graças ao talento do baixinho Romário (foto), o Brasil chegou ao tetra. Na decisão contra a Itália, um empate em 0 a 0; Depois brilhou a estrela do goleiro Taffarel nos penaltis. A primeira vez na história, que uma copa foi decidida na cobrança de penalidades. O Brasil era “Teeeeetra”. Fotos: CBF/net.


Ficha Técnica da Copa

- campeão: Brasil.

- vice: Itália.

- artilheiros: Stoichkov (Bulgária) e Salenko (Rússia): 6 gols.  

- Jogos: 52.

- Gols marcados: 141.

- Média de gols: 2,71/jogo.

- Público total: 3.587.538

- Média de público por jogo: 68.991.


Campanha do Brasil:

- Jogos: 7 - vitórias: 6 - derrotas: 0 - empates: 1 - gols marcados: 14 - gols sofridos: 2 - classificação: 1º colocado - artilheiro: Romário com 5 gols.


Delegação brasileira:      

           

Chefe: Mustafá Contursi Goffar Majzoub.

Goleiros: Taffarel (Reggiana), Zéti (São Paulo) e Gilmar (Flamengo).

Laterais direitos: Jorginho (Bayer Munique) e Cafú (São Paulo).

Laterais esquerdos: Branco (Fluminense) e Leonardo (Kashima Antles).

Zagueiros: Aldair (Roma), Márcio Santos (Bordeaux) Ricardo Rocha (Vasco) e Ronaldão (Shimizu).

Volantes: Mauro Silva (La Corunã) e Dunga (Stuttgart).  

Meias: Mazinho (Palmeiras), Zinho (Palmeiras), Paulo Sérgio (Bayer Leverkusen) e Raí (Paris Saint-Germain).

Atacantes: Bebeto (La Corunã), Muller (São Paulo), Romário (Barcelona), Viola (Corinthians) e Ronaldo (Cruzeiro).

Técnico: Carlos Alberto Parreira.

 

 


CURIOSIDADES:


- Foi a Copa que teve a maior média de público: 68.991 por jogo.


- Até hoje é a Copa que teve a maior média de público: 68.991 por jogo.


- Durante a partida entre Alemanha e Coreia do Sul, foi registrada a temperatura mais alta em um jogo da Copa. As seleções se enfrentaram sob um calor de 46º C.


- A partir desta Copa a FIFA introduziu os três pontos por vitória na primeira fase.


- O jogador Salenko, da Rússia, no jogo contra Camarões, marcou o maior número de gols numa única partida em todos os mundiais: 5 gols.


- Nesta edição, a FIFA determinou o uso do número também na parte da frente das camisas e o nome dos jogadores nas costas.


- Com 42 anos e 39 dias, o atacante Roger Milla fez um gol contra a Rússia, se tornando o jogador mais velho a marcar gol num mundial.


- Frase dita pelo capitão Dunga, quando ergueu a taça de campeão (foto): “Isso aqui é para vocês, seus traíras filha da puta”, se referindo aos jornalistas, que pegavam muito no pé dele.


- Como foi a cobrança de pênaltis: Brasil x 2 Itália. Bateram e marcaram para o Brasil: Romário, Branco, Dunga. Márcio Santos errou. Pela Itália: Baresi, Massaro e Roberto Baggio também erraram.


-  A “Ola”, tradicional e bonita coreografia foi realizada pela primeira vez na Copa do México (1.986).


- Os garcenses Amaury e Sidney Mônico assistiram no Stanford Stadiun/Califórnia, o jogo Brasil 2 x 0 Rússia (foto). Gols de Romário e Raí.


Comentários

Nota Importante: O Portal Garça Online abre espaço para comentários em suas matérias, mas estes comentários são de inteira responsabilidade de quem os emite, e não expressam sob nenhuma circunstância a posição/opinião oficial do Portal ou qualquer de seus responsáveis em relação aos respectivos temas abordados.