Lucas Dias
30/07/2018
Esporte 

Gaúcho reúne amigos para jogo festivo

Na noite da sexta-feira, o esportista Giovani Palharini, o “Gaúcho’, esteve revendo os amigos garcenses, e promoveu um interessante jogo de futebol socayte na quadra esportiva da equipe dos “Peladeiros”.

Anúncio

Na noite da sexta-feira, o esportista Giovani Palharini, o “Gaúcho’, esteve revendo os amigos garcenses, e promoveu um interessante jogo de futebol socayte na quadra esportiva da equipe dos “Peladeiros”. O Gaúcho teve uma boa passagem no futebol suíço, mas depois de seis anos teve que retornar para a cidade de Torres. Mesmo de longe não deixa de acompanhar pela net tudo o que acontece em nosso futebol menor.  

Quanto o jogo terminou empatado em 8 a 8, resultado comum nestes eventos, e que agrada a todos. Após o final, uma tradicional costela gaúcha assada foi servida, onde não faltou um bom bate papo sobre o futebol e dos fatos que marcaram a passagem do Giovani “Gaúcho” em Garça.                                 

Equipe Laranja: Xandão; Mateus, Valtinho e Flávio; Almeida, Gaúcho e Almeida; Enéas e Marcos Olodum; Gols de Marcos Olodum 4, Flávio, Almeida, Gaúcho e Papel Baiano (contra).

Equipe “Azul”; Márcio; Marcos Vai, Gustavo e Baiano; Rafael, Papel Baiano e Luizinho; Artur e Tico Cassolla. Gols de Artur 4, Tico Cassolla 3 e Papel Baiano.     

GAÚCHO E GREMISTA: Giovani Palharini, o “Gaúcho”, é um grande esportista e fervoroso torcedor do Grêmio, o atual campeão das América. O Gaúcho residiu em Garça entre os anos de 2.006 a 2.012. Participou ativamente do futebol suíço, atuando no meio de campo, tendo defendido o Pereira Usinagem, Paulista e Unidos. No ano de 2.008 fundou o Grêmio (foto) para disputar o campeonato municipal da modalidade. Por motivos profissionais voltou para a sua terra natal. Atualmente reside em Torres, e continua correndo atrás da bola: nas noites de quarta-feira joga na Turma do Pinho, e na noite seguinte tem a turma do “Futebol da Quinta”. Dos amigos garcense, o Gaúcho ganhou um troféu de amizade e um boné do seu querido Grêmio.

Em tempo: Um dos destaques do jogo festivo foi o emblemático Jefferson Alves Silva. Depois de 1 ano e 4 meses e 10 dias sem marcar um gol sequer, conseguiu a proeza de marcar dois: um favor e outro contra. Mais um fato inédito na carreira do Papel Baiano, segundo o Celso Felipe de Souza, técnico do Garça, e amigo pessoal do “moço de Feira de Santana/BA”.       

     


Comentários

Nota Importante: O Portal Garça Online abre espaço para comentários em suas matérias, mas estes comentários são de inteira responsabilidade de quem os emite, e não expressam sob nenhuma circunstância a posição/opinião oficial do Portal ou qualquer de seus responsáveis em relação aos respectivos temas abordados.