Fábio Dias
13/06/2018
Garça 

Secretaria da Educação incorpora abono ao salário de 907 servidores do Quadro de Apoio Escolar na região de Marília

Servidores do Quadro de Apoio Escolar (QAE) da rede estadual de ensino terão o abono que vêm recebendo incorporado aos seus salários. O anúncio, feito no final de semana pelo governador Márcio França.

Anúncio

Medida melhora a remuneração de agentes de organização escolar (AOE) e agentes de serviços escolares (ASE) que atuam nas escolas da rede estadual

 

Servidores do Quadro de Apoio Escolar (QAE) da rede estadual de ensino terão o abono que vêm recebendo incorporado aos seus salários. O anúncio, feito no final de semana pelo governador Márcio França, beneficiará agentes de organização escolar (inspetores) e agentes de serviços escolares (merendeiras e profissionais que atuam na limpeza, manutenção e conservação das escolas). Somente na região de Marília, serão beneficiados 907 servidores.

Atualmente, esses servidores recebem um salário de R$ 1.005,79, abaixo do salário mínimo vigente no estado de São Paulo, que é de R$ 1.142,64. Para equiparar ao valor do mínimo, esses servidores recebem ainda um abono de R$ 136,85. Com a incorporação, os profissionais passarão a contar com uma melhor remuneração, o que terá impacto na valorização da sua futura aposentadoria.

A medida faz parte da Avaliação Especial de Desempenho para o Quadro de Apoio Escolar, recém-regulamentada, que também prevê que os servidores bem avaliados a cada ano sejam promovidos dentro de uma mesma faixa da respectiva classe. A avaliação será anual, no início do segundo semestre de cada ano letivo, e feita tanto pela equipe gestora de cada unidade de ensino como pelo próprio servidor.

Entre os critérios que vão nortear a avaliação destacam-se a capacidade de engajar-se com os objetivos da unidade escolar, a responsabilidade e o uso racional do material disponível, a facilidade de expressar ideias e fatos de forma clara e objetiva, a disposição para o trabalho em equipe, a capacidade de propor inovações no ambiente de trabalho, a iniciativa diante de desafios cotidianos, e, claro, a competência e a eficácia na realização de suas tarefas.

Para garantir a transparência do processo, o servidor deverá tomar ciência da avaliação de seu desempenho feita pela equipe gestora da unidade escolar. Se considerar o resultado injusto, o trabalhador poderá pedir uma reavaliação no prazo de 30 dias.

 

Número de servidores beneficiados pelo abono por Diretoria de Ensino na região de Marília

DE Assis - 220

DE Marília – 324

DE Ourinhos – 186

DE Tupã - 177


Comentários

Nota Importante: O Portal Garça Online abre espaço para comentários em suas matérias, mas estes comentários são de inteira responsabilidade de quem os emite, e não expressam sob nenhuma circunstância a posição/opinião oficial do Portal ou qualquer de seus responsáveis em relação aos respectivos temas abordados.