Lucas Dias
16/05/2018
Garça 

Grupo de Teatro da EMCA se apresenta em Festival em Tupã

A peça Antônio Conselheiro da CIA "Caixa Preta", será apresentada no dia 25 de maio

Anúncio

No próximo dia 25 de maio a CIA de Teatro "Caixa Preta", da Escola Municipal de Cultura Artística (Emca) levará o espetáculo Antônio Conselheiro para a cidade de Tupã. A companhia participará do Festival de Teatro de Tupã e fará uma apresentação às 15 horas. Mais uma vez o grupo se sobressai no seu trabalho que, a cada apresentação, conquista o público.

Segundo informado pela diretora Maria Rosa Trambaioli Machado, tudo que é produzido por alunos da EMCA tem um grande reconhecimento.

O espetáculo Antônio Conselheiro vem tendo reconhecimento por todos que assistem, inclusive sendo destaque em várias cidades por onde passou.

Sob a coordenação e direção da professora Rachel Trambaioli, os garcenses puderam apreciar o espetáculo em dezembro último, quando houve apresentação nos dias 14 e 15. Rachel Trambaioli com a Caixa Preta Cia de Teatro levou o público a caminhar na história, a lutar. O público se tornou combatente. O espetáculo foi levado entre a lucidez e a loucura aos ataques de uma guerra contada. Na secura de um rio que perde suas águas, a história seguiu entre máscaras e mascarados.

A montagem traz para discussão a trajetória de “Antônio Conselheiro”, partindo-se do texto homônimo de Joaquim Cardozo, escrito em 1975. Assim retrata a saga do anti-herói nordestino, desde seu julgamento até sua morte durante a Guerra de Canudos, a síntese da carnificina, os desdobramentos da infâmia, as orações, o deboche bestial das elites “competentes”, propondo que o espectador repense também o contexto político-histórico-social atual.
Os participantes do festival na cidade de Tupã poderão conhecer o trabalho de Rachel Trambaioli juntamente com a Cia Caixa Preta e assim se deliciar com “Antônio Conselheiro”. Com as máscaras, o figurino, os bordados, o cenário.  Todos poderão lutar a “Guerra dos Canudos”, ou ver a luta de quem dela participou.

Assim a Emca, como coloca a diretora Maria Rosa, vai cumprindo sua missão de formar cidadãos através da arte, promovendo uma vivência artística com objetivo de tornar os seus alunos não apenas profissionais, mas indivíduos mais criativos, participativos e colaborativos na construção de uma qualidade de vida melhor.

“A trajetória pedagógica que a EMCA oferece ao seu aluno se concretiza em dois percursos concomitantes e complementares: o horizontal, no qual se entende a transferência de conhecimento de modo linear, na relação docente/aluno em sala de aula; e uma transversal, na qual oferece ao aluno a possibilidade de vivenciar experiências artísticas.”, falou Maria Rosa.

 

Festival


O Festival Nacional de Teatro 2018, acontece em Tupã entre os dias 19 e 27 de maio e compõe o Prêmio Nacional de Artes. O evento e contará com uma extensa programação que será apresentada no Clube dos Comerciários e no Espaço das Artes.

Neste ano a programação terá 16 apresentações teatrais dos mais variados estilos de dramaturgia, além de duas oficinas para aperfeiçoamento de técnicas. O Festival de Teatro também homenageará o ator, diretor e iluminador tupãense de grande expressão no meio artístico, Sandro Nascimento.

De acordo com o secretário de Cultura de Tupã, Renato Gonzalez, que também é ator e diretor teatral o Festival Nacional de Teatro é muito importante. Durante o lançamento do evento ele abordou o assunto.

“É com imensa alegria que anunciamos o lançamento do Festival Nacional de Teatro. Como todos sabem, a Secretaria de Cultura tem muitos eventos, e tem a missão dada pelo nosso prefeito Ricardo Raymundo e pelo vice-prefeito Caio Aoqui, que é de manter tudo aquilo que seja bom para a população, independente de quem tenha criado. E o Festival de Teatro é uma destas ações. Conseguimos mais uma vez organizar este evento e com várias parcerias conseguimos diminuir os custos e melhorar a programação. Serão 16 espetáculos, 2 workshops gratuitos em parceria com a Secretaria Estadual de Cultura e 1 palestra com o ator Pedro Guimarães, que é tupãense. E na banca de jurados, teremos nomes de grande expressão como Toninho do Vale, de São Paulo; Professor Nelson de Abreu, que trabalha em Tupã e reside em Marília e por fim o Aguinaldo Souza, de Londrina”. (Fotos da apresentação na Sala Miguel Mônico em dezembro/2017)


Comentários

Nota Importante: O Portal Garça Online abre espaço para comentários em suas matérias, mas estes comentários são de inteira responsabilidade de quem os emite, e não expressam sob nenhuma circunstância a posição/opinião oficial do Portal ou qualquer de seus responsáveis em relação aos respectivos temas abordados.