05/12/2017

Vigilância Sanitária encontra larvas do Aedes Aegypti e autua empresas em Garça

Com o retorno da época de chuvas se aproximando, o risco de proliferação do mosquito Aedes Aegypti aumenta consideravelmente, gerando grande preocupação da Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal da Saúde de Garça. Na semana passada, foram encontradas larvas do mosquito em empresas do Distrito Industrial, provocando oito autuações.

De acordo com Edna Semensato, responsável pela Vigilância Sanitária em Garça, o encontro de larvas no Distrito Industrial gerou oito autos de infração nas empresas, que não tomaram o devido cuidado com a questão que é considerada grave.

“Não apenas nas empresas, mas nas residências também temos encontrado larvas do mosquito. Estamos em um período crítico e é importante que as pessoas cuidem dos seus quintais, para evitar a proliferação do mosquito e consequentemente das doenças que ele transmite”, afirmou Edna.

A dengue é uma doença viral transmitida principalmente pela picada da fêmea do mosquito Aedes Aegypti. Quando infectada, a vítima pode sentir uma série de sintomas como febre, dores de cabeça, tonturas e cansaço. Também existe a preocupação com o zika vírus, que pode provocar microcefalia em bebês e ainda a chikungunya. Apesar de não terem aparecido casos na comunidade, é preciso manter os cuidados.

A maneira mais eficaz de se prevenir a doença é impedir o ciclo de reprodução do mosquito transmissor. O inseto coloca seus ovos apenas em acúmulos de água limpa, sendo essa a razão para ele ser tão frequente em épocas de chuva. Muitos materiais podem se tornar propícios para o desenvolvimento larvas do mosquito. Pneus velhos, caixas d’água, garrafas, calhas entupidas, vasos de flor e também recipientes jogados em lixo descoberto.


 

Comentários

Enviar Comentário

Lojas Garça Online

Tempo Garca