05/12/2017

A HOMENAGEM DO POETA FAUSTINO AO WALDIR PERES

Dias atrás, andando pelas ruas da cidade, próximo a Agência do INSS., mais precisamente na confluência da antiga Avenida Brasil (atual Av. Dr. Rafael Paes de Barros), com a Rua Paulista (hoje Rua Deputado Manoel Joaquim Fernandes), encontrei o palmeirense Faustino Fernandes Ranieri, o “poeta de Garça”, empurrando seu caminhão de mão. Nem bem me cumprimentou, e mandou uma rima. “Tico Cassolla, era bom de bola, o maior goleador. Mais o melhor de Garça, foi um goleiro. Sem nome Waldir Peres. Saiu daqui, conquistou São Paulo, o Brasil e o mundo inteiro”.

Falei: “Faustino, você não é fraco não”. Ele, já emendou outra: “O poeta só fala a verdade, o nosso goleiro Waldir Peres, foi, é, e sempre será o melhor jogador de nossa cidade”. Só nos restou aplaudir o Faustino, uma pessoa simples, mas muito querida e admirada por todos. Para falar a verdade, acho que não tem ninguém que não gosta dele em Garça, né.

Aí ele me falou: “Tico, você sabia que eu fiz uma poesia para o Waldir Peres, quando ele faleceu”. Se eu te mandar, você publica?  Respondi: Já está publicado.

Voltando um pouco mais no tempo, cerca de uns seis meses antes, eu estava na mesma esquina, junto com o Enéas e o Waldir Peres. Eis que surge, o poeta Faustino com seu carrinho. Primeiro me cumprimentou, depois o Enéas, e quando deu a mão para o goleirão, disse: “Posso te fazer uma pergunta. O senhor não é goleiro Waldir Peres, do São Paulo e da Seleção Brasileira? Ao sinal positivo, ele não se conteve de emoção, após um longo abraço. Em seguida fez algumas rimas, pegou o celular e registrou o encontro. E saiu dali feliz da vida, seguindo o seu caminho, com o carrinho da “Feirinha do Poeta”.

Finalmente, nesta semana, o poeta Faustino, nos enviou a sua poesia, em homenagem a memória do nosso eterno goleiro:

                

                          Waldir Peres quando veio passear em nossa cidade

                          Até parece que ele veio dizer que iria deixar saudade

                          Com certeza ele deixou

                          E foi no dia 23-07-2017

                          O nosso Senhor se compromete

                          Ao seu lado este ídolo ele contratou

                          Hoje o Waldir Peres Arruda

                          Para outra cidade ele se muda

                          Para junto com Deus ele poder jogar

                          Mas a onde ele estiver

                          Não importa que seja outro lugar qualquer

                          Deste ídolo nós sempre iremos lembrar

                          Até porque foi aqui em Garça que em 1.951 ele nasceu

                           E no dia 23-07-2017 foi morar com Deus

                           Só não sabemos se cumpriu com a missão

                           Só uma coisa que temos certeza

                           É que ele deixou muita tristeza

                           No meu e no seu coração

                           Esta homenagem ao saudoso Waldir Peres

                           Foi tirado do coração meu

                           Que até a caneta chorou

                           Quando o nome dele escreveu

                           E a cidade ficou de luto

                           Pelo esse filho que Garça perdeu


 

Comentários

Enviar Comentário

Lojas Garça Online

Tempo Garca