10/08/2017

Prefeitura precisa investir em tecnologia para atualizar dados

É preciso modernizar e melhorar a eficiência dos serviços públicos, mas para que isso aconteça, a gestão municipal precisa conhecer a real dimensão do município. A cidade cresceu nestes últimos 30 anos, época aproximada do último cadastro imobiliário (edificações e terrenos) e mobiliário (empresas e comércio) feitos em Garça. A modernização da administração pública oferecera a oportunidade de evolução ao município, pois a estrutura e o suporte tecnológico para um crescimento ordenado estão parados na década de 80.

O geoprocessamento que será utilizado em Garça é o apoio tecnológico necessário para, não somente modernizar a gestão territorial e predial urbana, mas também gerar um banco de dados unificado com todas as secretarias e setores da municipalidade. É uma ferramenta que vai muito além de questões tributárias.  

Segundo o secretário municipal de Fazenda, Planejamento e Finanças, Antônio Carlos de Oliveira Marra, será possível olhar a cidade como um todo e com dados atualizados. “As tomadas de decisões serão mais rápidas, com planos de ações interligando as secretarias, pois as informações técnicas estarão dispostas on line. Podemos citar aqui alguns exemplos. Na Saúde e na Assistência Social, o mapeamento atualizado fará com que as equipes trabalhem melhor as áreas específicas, personalizando e humanizando ainda mais o serviço. Conhecendo o território, o perfil socioeconômico, demográfico e as condições clínicas de cada um. Com certeza aumentará a qualidade do atendimento. Já na área de Meio Ambiente, será possível saber qual área precisa de arborização, fazer controle de podas e dos novos plantios. Com o levantamento das áreas de APP, áreas verdes, áreas contaminadas e com o cadastro rural, conseguiremos elaborar os projetos com mais qualidade”.

O secretário rebate as informações de que haverá aumento da alíquota do IPTU. “Não há nenhuma proposta de aumento de alíquota de impostos. O que está sendo proposto é um investimento, que também nos permitirá uma cobrança tributária justa, ou seja, os imóveis que estão desatualizados serão atualizados, e os impostos serão cobrados de acordo com a área construída. O geoprocessamento permitirá a Garça a correção das distorções que ocorreram nos últimos 30 anos, além de modernizar e melhorar a eficiência da gestão”.

Quanto ao valor estimado de R$ 3 milhões para a implantação do projeto de modernização da administração pública, a previsão é de que o retorno financeiro gerado pela a efetividade do gerenciamento do município pagará o investimento em aproximadamente três anos. “A carência de 24 meses para o inicio de pagamento e os 72 meses para amortização estão estabelecidos no empréstimo PMAT - BNDES, linha de credito do governo para esse fim. A receita a ser arrecada será mais do que o suficiente para a quitação das parcelas, portanto, não se deixara para outra gestão nenhuma despesa que não tenha receita suficiente para sua quitação”, explicou o secretário da Fazenda.

 

 

Comentários

Enviar Comentário

Lojas Garça Online

Tempo Garca